• Aquários Sobrinho

A filtragem de um lago ornamental

Um lago ornamental pode ser o xodó da casa, mas também pode ser uma grande dor de cabeça se a filtragem não for escolhida e montada adequadamente. Leia esse texto e entenda melhor quais as melhores opções de filtros para a filtragem química, filtragem física e filtragem biológica de lagos ornamentais.

filtragem filtro lago ornamental

Nesse texto você verá o seguinte conteúdo:

  1. Introdução sobre a filtragem de lagos ornamentais

  2. Os principais problemas de filtragem de um lago ornamental

  3. Alimentação de má qualidade

  4. Exposição excessiva à luz solar

  5. Peixes inadequados para lagos ornamentais

  6. Animais externos

  7. Baixa circulação

  8. Água de chuva

  9. Árvores em volta do lago

  10. Aumento da carga orgânica no médio e longo prazo

  11. Filtragem física ou mecânica no lago ornamental

  12. Filtragem química do lago ornamental

  13. Filtragem biológica do lago ornamental

  14. Os tipos de filtros usados em lagos ornamentais

  15. Filtro canister para lago ornamental

  16. Sump

  17. Filtro Dry/Wet

  18. Filtro biológico de fundo

  19. Oximax

  20. Gerador de Ozônio

  21. Filtros decantadores

  22. Filtro pega-folhas

  23. Filtro de Telas

  24. Filtro rotativo

  25. Filtro fluidizado ou filtro de leito móvel

  26. Filtro de leito de areia

  27. Filtro de plantas

  28. Filtro UV

  29. Principais pontos a se considerar em um filtro de lago ornamental

  30. Conclusão

  31. Referência bibliográficas


1. Introdução sobre filtragem de lagos ornamentais


Muitos dos atendimentos que nós resolvemos sobre lagos ornamentais são de pessoas que fizeram um lago e apenas depois procuram um filtro para ele. Em quase 100% dos casos, as pessoas procuram filtros que não dão conta nem de filtrar um pequeno aquário para filtrar lago com milhares de litros de água, o que mostra um desconhecimento do que é necessário para a filtragem de um lago ornamental.


Lagos ornamentais são sistemas aquáticos grandes, geralmente externos sob influência da chuva, vento e raios solares o que torna a filtragem desse tipo de ambiente muito diferente da filtragem convencional de aquários.


Se você quer montar um lago e ser satisfeito com ele, acompanhe esse texto e veja com muitos detalhes como escolher o filtro ideal e como entender a demanda de filtragem do seu lago ornamental.


São os filtros do seu lago ornamental que vão garantir a boa qualidade da água com ela cristalina e sem sujeira.


1.1 Lago grande, Filtro grande


Uma coisa muito importante que se precisa ter ideia quando vai se montar um lago ornamental é que quanto maior o lago, maior o sistema de filtragem necessário. Recebemos muitos pedidos de orçamento para lagos grandes com mais de 10000 litros de água e quando falamos que só os filtros sem as bombas ficam por bem mais que R$5000,00 (cinco mil reais) eles quase “caem pra trás”.


Quanto maior o lago, maior o sistema de filtragem tem que ser pra manter a boa qualidade da água. Quanto maior o sistema de filtragem, mais caro ele é.

Antigamente quando não trabalhávamos com filtros canister para lagos ornamentais, as caixas de filtragem que fazíamos usavam cerca de 10% do volume do lago para fazer a filtragem, isso é muita coisa! Um lago de 5000 litros teria em média uma caixa de filtragem com volume de 500 litros. Hoje, com o uso de filtros pressurizados, o tamanho reduziu consideravelmente, mas ainda assim são filtros grandes.


1.2 Lago ornamental tem muita fonte de sujeira


Diferente dos aquários onde a maioria da sujeira vem do próprio aquário, principalmente da ração, nos lagos ornamentais a sujeira vem de diversas fontes. Chuva e vento são as principais fontes de sujeira, assim como animais domésticos que entram ou fazem suas necessidades no lago ou animais silvestres como pássaros e morcegos.


Um dia de ventania em um tempo seco pode encher o lago de poeira e folhas assim como a água da chuva que escorrer para dentro do lago pode carregar grande quantidade de terra.


Quando se pensa na filtragem de um lago ornamental, tem que levar em conta principalmente o ambiente externo, as condições ambientais na qual o lago está submetido.

2. Os principais problemas de filtragem de lagos ornamentais

Os lagos ornamentais de maneira geral possuem problemas de filtragem comuns a todos eles que acabam sendo os principais causadores de problemas. Falaremos um pouco de cada um deles abaixo.


2.1 Alimentação de má qualidade ou ração inadequada


De longe o pior dos problemas que vemos nos lagos ornamentais é o uso de ração de baixa qualidade. Muitas vezes é até uma ração de boia qualidade, mas completamente inadequada para alimentação de peixes ornamentais.


Muitas pessoas compram ração para cães ou gatos e alimentam os peixes do seu lago e isso prejudica a qualidade da água e a saúde do peixe.


Veja o vídeo abaixo e vai ver que tem pessoas que até indicam uso de ração inadequada publicamente.

A alimentação de má qualidade ou inadequada vai contribuir consideravelmente para a péssima qualidade da água, seja aumentando a quantidade de matéria orgânica, seja aumentando a quantidade de partículas na água.


As rações de piscicultura usados para engorda de peixe de corte possuem os nutrientes adequados para a nutrição dos peixes, mas não tem as características necessárias para manter a qualidade de água de um lago ornamental: contribuir para uma água transparente e cristalina.


As rações feitas para peixes ornamentais, seja para peixes de aquários ou lagos, além e manter um alto valor nutricional, possuem componentes de alta digestibilidade para que as fazes dos peixes sejam em muita pouca quantidade e que não turvem a água.

Acesse o link abaixo e leia um pouco do texto que escrevemos sobre a alimentação dos aquários.


https://www.aquariossobrinho.com/post/alimentacao


2.2 Exposição excessiva à luz solar


Um dos grandes problemas dos lagos ornamentais externos é a exposição à luz solar, sendo esta a principal causa do aparecimento da água verde e também do desenvolvimento excessivo de microrganismos.


As algas verdes, embora inofensivas na maior parte das circunstâncias, são esteticamente desagradáveis e impedem que as pessoas possam ver com detalhes o lago. Em casos de alta temperatura e alta concentração de algas, a oxigênio dissolvido do lago pode ficar em valores muito baixos causando a morte dos peixes.


Já falamos da oxigenação de aquários e lagos ornamentais no texto abaixo:

https://www.aquariossobrinho.com/post/o2aquario


A luz solar também causa aumento da temperatura do lago, um fator que aumenta a atividade microbiológica, reduz o oxigênio dissolvido e causa estresse em peixes de água fria como carpas e kingyos.


Já falamos desse assunto numa sequência de textos sobre a temperatura dos aquários que o primeiro pode ser lido no link abaixo:

https://www.aquariossobrinho.com/post/atemp1


2.3 Peixes inadequados para lagos ornamentais


Nesse ponto há sempre muita confusão, então vamos dar a nossa definição de peixes adequados e peixes inadequados:


Peixes adequados para lagos: São peixes dóceis que não comprometam a ecologia do aquário, a sua estrutura física e a qualidade da água.


Peixes inadequados para lagos: São peixes agressivos que comprometem não só a ecologia do aquário, como sua estrutura física (furando lona, por exemplo) e a qualidade da água (fezes mal digeridas que turvam a água).


É recorrente nos nossos atendimentos as pessoas quererem colocar ou terem colocado tilápias no aquário. Tilápia é um peixe agressivo e com um sistema digestivo que prejudica em muito a filtragem do lago. É muito difícil manter a boa qualidade de água de um tanque com tilápias.


2.4 Animais externos


Quando falamos animais externos, estamos falando de patos, galinhas, cachorros, gatos, pássaros e qualquer animal que por ventura possa urinar ou defecar no lago ornamental.


As fezes e urinas dos animais externos possuem muita matéria orgânica que prejudica a nitrificação e aumenta a turbidez da água, são ricos em particulados sólidos que turvam a água e são ricos em material nitrogenado que acaba se transformando em amônia e nitrito.


Um lago que seja frequentado por animais externos precisa ter uma filtragem muito mais eficiente e eficaz do que um lago que não tem esse tipo de problema.

Abaixo segue um vídeo muito curioso de um lago feito pra um cachorro. Um cachorro vai entrar numa fonte de água acessível sempre que quiser se refrescar.

2.5 Baixa circulação


Os lagos ornamentais em sua grande maioria dos casos possuem a característica de terem uma grande área superficial e uma baixa altura, isso faz com que a circulação do lago fica mais lenta e fraca já que a correnteza tem uma área maior pra se dividir.


A correnteza fraca tem menos força para carregar a sujeira até os filtros o que faz com que a sujeira se acumule no fundo do lago. A sujeira no fundo do lago acaba sendo sempre remexida pelos peixes e isso dá a aparência que a água nunca está limpa.


É importante que a circulação do lago seja tal que a sujeira não se acumule seja com grande circulação nos filtros ou com o uso de bombas de circulação auxiliares.


2.6 Água de chuva


A água de chuva geralmente é uma das águas com menor quantidade de contaminantes que você vai encontrar para o seu lago ornamental. Isso é verdade até que a água da chuva passe por um telhado sem calha de captação e caia no lago arrastando junto poeira, fezes de pássaros, gatos e lagartixas, folhas, galhos e o que mais estiver no telhado.


A água da chuva t