• Aquários Sobrinho

Aumento da temperatura nos aquários: Parte 4 - Efeito nas propriedades da água

O aumento da temperatura da água do aquário também causa problemas devido a alterações físico-químicas na água. Entre as principais alterações que nos são relevantes estão a redução da saturação de oxigênio da água e o aumento da toxicidade de contaminantes.

Problemas causados pela redução da saturação do oxigênio no aquário


Quando a saturação de oxigênio reduz, os peixes no aquário podem não conseguir todo o oxigênio necessário para o seu metabolismo já acelerado. Isso pode, em situações de grande lotação e baixa oxigenação, causar quadros de hipóxia.


Hipóxia é a condição quando não há oxigênio adequado para o organismo.

A imagem abaixo mostra uma tabela com os valores de saturação do oxigênio dissolvido na água em função da temperatura e da salinidade.

Fonte da imagem: http://panoramadaaquicultura.com/paginas/Revistas/109/ManejoKub109.asp


Nos aquários apenas com circulação, mesmo muito circulação, dificilmente se chega ao máximo de saturação devido ao constante consumo de oxigênio dos peixes e dos processos microbiológicos.


Aquários muito populosos muitas vezes acabam tendo a morte de todos os peixes quando a circulação do aquário para. É a circulação constante que permite a constante oxigenação da água do aquário e a temperatura é um fator importantíssimo nesses casos.


O problema da falta de oxigênio foi o que causou a morte dessas carpas do vídeo abaixo. De um dia para o outro não havia oxigênio suficiente para elas e elas morreram.

Todo aquarista já ouviu ou presenciou algum caso de aquários ou lagos inteiros que foram perdidos devido à falta de oxigenação devido a problemas com equipamentos ou falta de energia. Aquários moderadamente ou pouco povoados muitas vezes passam ilesos por muitas horas sem equipamentos ou energia elétrica.


Mesmo com a circulação funcionando, dependendo da magnitude do aumento da temperatura e da população do aquário, a quantidade de oxigênio dissolvido pode não ser suficiente. Algumas espécies necessitam de mais e outras de menos oxigênio dissolvido.


Já falamos bastante sobre oxigenação dos aquários no nosso texto sobre oxigenação que pode ser lido no link abaixo.

https://www.aquariossobrinho.com/post/o2aquario


A imagem abaixo retirada do trabalho [20] traz um esquema demonstrativo de como a proporção de saturação de oxigênio dissolvido reduz o crescimento e provoca a mortalidade dos peixes.

A redução da concentração de oxigênio provoca mais estresse, reduz o crescimento e favorece o surgimento de doenças!


É não podemos confundir saturação de oxigênio com concentração de oxigênio dissolvido na água. A saturação é uma proporção da quantidade de oxigênio disponível na água em função da temperatura.


Para não confundir as coisas, vamos dar o seguinte exemplo:


O aquário A está com sua na temperatura de 20°C num com 100% de saturação da água. Como mostramos na tabela de concentração, isso corresponde a 9,08 mg/l (ou ppm) de oxigênio dissolvido. Vamos supor que os peixes e bactérias que estão no aquário consumam oxigênio de forma a deixar esse aquário com 70% de saturação constante. Isso quer dizer que os organismos vivos do aquário consumiram uma certa quantidade de oxigênio e a concentração dele ficou estável em 6,35mg/l. 6,35mg/l é uma concentração de oxigênio adequado a praticamente todos os peixes tropicais.


Agora, vamos supor que no verão surgiu uma onda de calor muito forte que aumentou a temperatura do aquário para 30°C. A saturação de 100% de oxigênio nessa temperatura é de 7,54mg/l. Considerando que os peixes não aumentaram seu metabolismo, o que vimos que não acontece, a concentração de oxigênio ficaria agora em 5,35mg/l. 5,35mg/l ainda é adequado para várias espécies de peixes de aquário viverem bem.


Acontece que, como vimos na Parte 3 deste artigo, o aumento da temperatura da água de 20°C para 30°C dobra o consumo de oxigênio dos peixes, logo nesse nosso caso dobraria também. Então o aquário a 30°C teria apenas 2,08 mg/l de oxigênio dissolvido! 2,08mg/l de oxigênio é extremamente perigoso e insuficiente para que praticamente todos os peixes tropicais comecem a ter problemas.


2,08mg/l na água a 30°C corresponde a apenas 27,6% de saturação! Prejudicial a vários organismos e provavelmente vai levar a morte de vários ou todos os peixes!


Então, para evitar a morte dos peixes, o aquarista resolveu dar alguns peixes para alguns amigos para manter o aquário com saturação de 70%, igual estava no aquário a 20°C. Ele tira um bocado de peixe do aquário e a saturação volta para 70%. Porém, os 70% de saturação da água a 30°C é 5,27 mg/l e não mais 6,35 mg/l como era antes.


Esse exemplo é apenas ilustrativo para entender que a saturação é apenas um indicativo do máximo de oxigênio que se consegue manter num a água em função da temperatura. Águas com diferentes temperaturas podem ter a mesma saturação de oxigênio, mas não terão a mesma quantidade de oxigênio dissolvido.


A imagem abaixo mostra um exemplo de animais na baía de Chesapeake, nos EUA. Cada peixe sobrevive apenas onde a água atinge esses valores mínimos concentração de oxigênio.

Como se a falta de oxigênio para os peixes não fosse problema suficiente, as bactérias nitrificantes dos filtros do aquário também sofrem com a baixa oxigenação. As bactérias nitrificantes usam o oxigênio da água pra transformar a amônia em nitrato. Com baixo oxigênio disponível, a nitrificação reduz e aumenta a concentração de amônia e nitrito na água.


Já falamos bastante sobre as bactérias nitrificantes no texto específico que pode ser acessado no link abaixo.

https://www.aquariossobrinho.com/post/bacnitri


A nitrificação pode deixar de acontecer quando a água tiver menos de 2ppm!

Além do a alta temperatura da água reduzir o oxigênio disponível ela também aumenta a toxicidade dos contaminantes.


Amônia, nitrito e nitrato se tornam mais tóxicos com o aumento da temperatura!



Todos esses compostos nitrogenados prejudicam a oxigenação do sangue. Num ambiente com baixo oxigênio disponível sua toxicidade é muito maior. Por isso que sempre dizemos que é importante fazer os testes de amônia, nitrito e nitrato.


Falamos desses testes nos textos abaixo:

https://www.aquariossobrinho.com/post/testeamonia

https://www.aquariossobrinho.com/post/testeno2

https://www.aquariossobrinho.com/post/testeno3


Praticamente todos os contaminantes se tornam mais “ativos” com o aumento de temperatura. Isso vale para venenos e muitos dos metais pesados.


Os problemas causados pelo aumento da temperatura na água relacionados ao oxigênio são uma bola de neve que nunca para de crescer.


  1. Quanto mais aumenta a temperatura, mais o metabolismo do peixe consome oxigênio, ou seja, os peixes precisam de mais oxigênio.

  2. O aumento da temperatura reduz a concentração de oxigênio que a água consegue manter na sua saturação máxima, ou seja, tem menos oxigênio para os peixes consumirem.

  3. O estresse causado pela falta de oxigênio se soma ao estresse causado pelo aumento de temperatura; ou seja, mais oxigênio consumido pelos peixes.

  4. Quanto maior o oxigênio consumido pelos peixes, maior as produções metabólicas, ou seja, aumenta a amônia da água.

  5. Com o aumento da amônia na água, as bactérias nitrificantes também passam a consumir mais oxigênio.

  6. Com a redução do oxigênio, há a redução da nitrificação; ou seja, aumenta a amônia e o nitrito presente na água.

  7. O aumento da amônia na água prejudica o peixe já debilitado pelo estresse e pela temperatura

  8. A amônia e nitrito são mais tóxicos em temperatura mais alta

  9. O peixe morre e entre em decomposição reduzindo ainda mais o oxig~enio disponível.


Por essas e por outras coisas que aumento de temperatura nos aquários muitas vezes são mais letais que a redução da temperatura.


Se você é do estado do Espírito Santo e tem vontade de ter seu aquário ou lago ornamental, entre em contato conosco que escutaremos as suas vontades e ideias e faremos o orçamento sem compromisso. Construímos desde a base do móvel, montamos o aquário e o sistema de filtragem e ornamentação. Entregaremos seu aquário montado e funcionando perfeitamente na sua casa, seja ele um aquário de água doce ou um aquário marinho.


Trabalhamos com aquário de no mínimo 200 litros.


Se você é de outro estado brasileiros, nós enviamos os equipamentos que fabricamos para qualquer lugar do Brasil.


Entre em contato e faça o seu orçamento:

https://www.aquariossobrinho.com/contato

Aquários Sobrinho 

Telefones: 27 33261100 - 27 993115626 - 31 982859240

email para orçamentos: angelolucas90@yahoo.com.br

email para fábrica: sobrinhoaquarios@gmail.com

Endereço: Rua Luiz Soares do Nascimento, 109, Ilha das Flores, Vila Velha -ES

CNPJ 26.049.716/0001-77