• Aquários Sobrinho

Guia de montagem de um aquário de água doce- Parte 5: O aquário (caixa de vidro)

O aquário, a caixa de vidro onde vão estar os peixes, outros animais e plantas do aquário de água doce, é o ponto máximo do aquarismo, é o seu objetivo final. Todos os outros sistemas como filtragem, iluminação, circulação, móvel... existem para que o aquário seja agradável a quem olhar. Por isso, uma série de medidas precisam ser tomadas para que não se tenham problemas posteriores à montagem.

É justamente pela importância que essa caixa de vidro tem que decidimos começar a parte dos equipamentos do nosso guia por ela. Depois da escolha da fauna, praticamente todas as outras decisões dependem da caixa de vidro, principalmente o volume e formato.


As dimensões do aquário


Depois de escolher a fauna do aquário é preciso definir qual o tamanho que o aquário terá. A definição do tamanho depende de uma série de considerações que se inter-relacionam, sendo as principais:


Espaço disponível: Um dos principais limitantes do tamanho do aquário é o espaço disponível do ambiente para colocar o aquário. A maioria dos aquaristas tentam aproveitar um canto de parede, um espaço sob uma escada, etc.


Fauna: Peixes maiores precisam de aquários maiores. Peixes menores precisam de aquários menores. Peixes agressivos precisam de aquários maiores. Muitos peixes juntos precisam de aquários maior. É o conjunto dessas condições descritas e, acrescida de outras relacionadas á espécies dos peixes, que irá influenciar no tamanho do aquário.

Dinheiro disponível: Quanto maior o aquário, mais caro ele é, em tudo. Mais vidro você usa para montar, maior o móvel, mais iluminação necessária, maior o tamanho do filtro, etc.


Planejamento futuro: O que o aquarista pretende fazer no médio e longo prazo é um fator importante. Alguns aquaristas, principalmente os iniciantes, tendem a fazer aquários pequenos (principalmente pelo menor custo) para depois fazerem um aquário maior. Alguns, preferem já fazer o aquário menor, comprar peixes pequenos, vê-los crescer e depois aumentar o aquário. Outros preferem já colocar os peixes grandes.


Largura, comprimento, altura e volume dos aquários

Largura, comprimento e altura são as 3 dimensões básicas que um aquário de água doce vai ter. Cada uma dessas dimensões possui características que vão influenciar na tomada de decisão para entender o formato do aquário.


Largura: A largura do aquário é a distância entre o vidro frontal e o vidro traseiro. Quanto maior for a largura do aquário, maior a espessura da coluna d´água e, por consequência, maior a chance de o aquário ficar com a aparência de embaçada e/ou sujo. Aquários largos precisam de uma filtragem muito boa em relação às partículas de sujeira para continuar parecendo cristalino, caso contrário irá parecer que está mais sujo.

Comprimento: O comprimento do aquário é a distância entre os vidros laterais dos aquários. Quanto maior for o comprimento, mais espeço precisa ser o vidro. Quanto maior o comprimento do aquário, maior a necessidade de fontes de ou do comprimento efetivo iluminação. Também, quanto maior o comprimento, maior a necessidade de circulação de água forçada (através de bomba de circulação) para retirar a sujeira.


Altura: é a medida do topo do aquário até o fundo. Quanto maior a altura, maior a dificuldade de a luz penetrar no fundo do aquário e assim a iluminação precisa ser mais potente. Também influencia na espessura do vidro e na dificuldade de manutenção; aquários maiores são mais difíceis de mexer dentro dele caso seja necessário.


Tendo essas 3 dimensões do aquário, é possível calcular o seu volume bruto multiplicando as 3 dimensões. Caso use as dimensões em centímetro, o volume total será dado em mililitros, caso multiplique os valores em metros, terá em metros cúbicos e, para transformar para litros basta dividir ou multiplicar, respectivamente, por 1000.


O volume do aquário influencia em vários pontos importantes, dentre os principais estabilidade física e química.


A estabilidade física está principalmente relacionada com a manutenção da temperatura. Quanto maior o volume, maior a dificuldade para perder ou ganhar temperatura. Aquários grandes raramente estão sujeitos a choque térmicos, enquanto tal problema é bem comum em aquários muito pequenos.


A estabilidade química está relacionada com a estabilidade dos parâmetros do aquário como pH, reserva alcalina e até mesmo fertilizantes líquidos.


Aquários grandes também possuem a vantagem da dissolução dos contaminantes. Quanto maior o aquário, maior seu poder de diluir contaminantes como amônia, nitrito, nitrato, cobre, etc. se comparado com aquários menores.


O aquarista deve, com suas vontades e limitações, definir qual vão ser as dimensões do seu aquário para dar o próximo passo na montagem do seu aquário de água doce.

Vidro e colagem dos aquários

Depois de definido o tamanho do aquário é o momento de escolher o vidro e a colagem do aquário.


Não há muito o que falar disso para o aquarista, o profissional que irá construir o aquário já sabe (ou deveria) saber de todos esses detalhes.


Iremos falar brevemente aqui sobre os tipos de vidro (comum, temperado, extra clear, laminado) e colagem (silicone neutro, silicone acético e cola UV). Não iremos dar muitos detalhes porque já falamos extensamente no nosso texto sobre porque um aquário quebra ou descola.


Tipos de vidro usados em aquários


Vidro comum

É o vidro mais usado no aquarismo. Possui uma boia transparência e resistência que varia de acordo com o fabricante. Vidros de boa qualidade são mais transparentes e mais resistentes que os vidros de baixa qualidade. Os vidros chineses são muito ruins se comparado aos de fabricação nacional, são menos transparentes e possuem defeitos como bolhas.


Vidro temperado

É o polêmico vidro do aquarismo. É muito mais resistente que o vidro comum devido ao tratamento que recebe e possui a mesma transparência. Às vezes possui difícil adesão do silicone. Devido a sua característica de quebra espontânea, não é recomendado para uso em aquários, embora possa e até já seja usado com sucesso em alguns casos. Possui a característica de se quebrar “espontaneamente” devido a um impacto recebido no passado. Mais explicações sobre o vidro temperado será dado no final desta parte.


Vidro extra clear

O vidro extra clear é um produto com menor quantidade de contaminantes nas matérias primas (principalmente ferro) que formam o vidro e por isso com uma transparência muito maior. São vidros indicados para aquários com muito detalhes de cores como aquários no estilo holandês ou na qual o aquarista vai tirar fotos com equipamentos com grande resolução.


Tanto vidros comuns como os temperados podem ser extra clear.


https://viminas.com.br/produtos/vidro-extra-clear


Vidro laminados

Os vidros laminados são fabricados a partir de finas chapas de vidro comum ou temperado que ficam unidos por uma cola especial. Embora tenham resistência semelhante aos vidros que são usados em sua construção, possuem a característica de evitar a propagação de trincas evitando que o vidro se rompa de uma vez em caso de acidente ou mesmo que libere cacos. É um vidro de segurança que pode ser muito bem aproveitado no aquarismo.


Espessura do vidro

A espessura do vidro está relacionada com a resistência necessária que o vidro precisa ter para não estourar. Quanto maior a espessura do vidro do aquário, mais caro ele é e menor sua transparência. Alguns vidros são tão espessos que absorvem as cores dos peixes.


https://viminas.com.br/blog/principais-diferencas-entre-vidro-temperado-e-vidro-laminado


Por motivos de segurança, não iremos dar nenhuma indicação de espessura de vidro de aquário aqui nesse guia. Em caso de dúvida procure seu profissional ou nos contate para um orçamento por nossos canais de atendimento.

Tipos de cola para aquários


Silicone neutro ou silicone acético

A diferença desses dois tipos de silicone é exclusivamente em função do processo de cura não ocasionando nenhuma diferença prática no seu uso. A única característica importante do silicone é que ele seja adequado para uso submerso depois de seco e que seja isento de antibióticos.


Também não há nenhuma diferença prática na cor do silicone.

Colas ultravioletas

São o que há de mais moderno para colagem de vidros com uma cura rápida e uma resistência muito superior ao do silicone. Embora suas qualidades sejam muito boas, sua trabalhabilidade é muito ruim e praticamente inviabiliza seu uso em aquários. Até permitem recolagem, mas o processo é inviável nos aquários.

Não demos muitos detalhes sobre vidros e colagens porque já falamos amplamente sobre vidros usados na montagem de aquários e sua colagem com silicone ou cola UV no nosso texto sobre porque um aquário quebra ou descola. Também damos uma série de informações sobre o uso de vidro temperado no aquarismo. O artigo em questão pode ser lido no link abaixo:


https://www.aquariossobrinho.com/post/aquario-quebra


Sistema de retorno dos aquários


Uma das grandes questões do aquário é de como vai ser sistema de retorno hidráulico, ou seja, como que a água vai do aquário para o sistema de filtragem e retornar.


No caso dos filtros pressurizados ou canisters, como os filtros da Aquários Sobrinho, não é necessário nenhum aparato especial, o tubo pescador é colocado no aquário. Aquários que usam Sump ou sexto vidro precisam da utilização de um sistema, geralmente um furo no vidro, uma bota ou um sistema overflow.


Furação dos vidros do aquário


Furar o vidro do aquário é o método mais simples e menos problemático de todos, embora exija que a pessoa que irá fazer o furo tenha muita experiência no assunto para evitar que o vidro se quebre.

Depois do vidro furado, basta colocar um flange de tamanho adequado e instalar a tubulação. Um aquário com vidro furado pode ter seu sistema feito de maneira muito mais compacta e muito mais silenciosa que as opções usando botas ou overflow usando canos ou mangueiras.

Flange que permite o uso de conexões no furo do vidro do aquário

Um vidro furado com um flange é a melhor opção para os aquários de todos os tipos.


Overflow nos aquários


Overflow é um dispositivo usado para que a água passe para o sump através de um sifão sem a necessidade de furar o aquário. Existem vários modelos disponíveis na internet para serem construídos ou comprados.


Dependendo do uso ou da fabricação, é comum que o overflow pare de passar água e causa problemas. É o sistema que menos recomendamos.

Não recomendamos o uso overflow devido aos problemas que esse sistema pode ter.

Bota dos aquários


A bota é o dispositivo mais antigo para fazer essa função de levar a água do aquário para o sistema de filtragem. Ela consiste em um corte no vidro e do aquário e a construção de uma tubulação de vidro que lembra o formato de uma bota (daí seu nome).


É de simples construção, embora esteticamente desagradável. A maioria das botas fazem um barulho muito grande devido à queda d’água. Também não há como limpar no seu interior, então problemas de entupimento são comuns.


Não recomendamos o uso de botas devido aos problemas que esse sistema pode ter.


As travas dos aquários


O sistema de travamento é uma técnica para reduzir as forças nos vidros e aumentar a segurança do aquário. Composto basicamente por tiras de vidros coladas no topo e na base do aquário e, às vezes, por estruturas metálicas externas.


As travas são recomendadas para todos os aquários, embora não necessárias em casos de aquários pequenos feitos com vidros mais espessos que os usuais.


Peso dos aquários


Um problema pouco comentado e que causa uma série de problemas é o peso do aquário. E não somente o peso total dos aquários somando água e os móveis, mas o peso da caixa de vidro já tem algumas implicações práticas.


As principais implicações do peso dos aquários são no transporte e na resistência do piso onde o aquário vai ficar exposto.


Peso do aquário no transporte

Quando você vai montar um aquário, existem duas opções sobre onde o aquário vai ser montado: no local onde vai ficar o aquário ou em outro lugar onde o aquário vai ser transportado até o local final depois de montado.


A opção de montar o aquário no local acontece muitas vezes quando a logística pra transportar o aquário de onde for montado até o local onde vai ficar exposto é difícil ou impossível.


Algumas casas possuem entradas estreitas, escadas em espirais ou portas e janelas pequenas, por exemplo, que impossibilitam o transporte do aquário. Aí, nesses casos, o aquário é montado no local (mais fácil do que quebrar a casa).


Outro fator é o próprio peso do aquário que complica a logística. Aquários grandes, com mais de 1000 litros, podem pesar mais de 300kg só de vidro e, devido ao formato. O momento de inércia da forma faz com que seja necessário um esforço tremendo para carregar.


Quantas pessoas você acha que são necessárias para carregar um aquário com 2 metros de comprimento, 70 centímetros de largura e 70 centímetros de altura? Qual o espaço disponível para esse aquário passar?


Não se esqueça de levar em conta que as superfícies dos aquários são perfeitamente planas e escorregadias, rígidas e sem local de apoio.


Por causa disso tudo que é preciso considerar o peso do aquário no transporte.


Peso do aquário montado

Outra coisa muito importante é sobre o peso do aquário no local que vai ser montado. Quando você soma o peso do móvel, o peso dos equipamentos, o peso do substrato, o peso do aquário e o peso da água os números ficam muito grandes e isso pode comprometer a estrutura do piso onde o aquário está apoiado.


Se o peso for excessivo o piso pode ceder causando problemas que vão desde uma rachadura no piso até desnivelamento do aquário( e possível quebra por isso).


Em apartamentos ou andares superiores de uma casa é preciso ficar muito atento ao que diz o manual do proprietário sobre o peso que o andar suporta. Cada manual do proprietário possui a capacidade de peso que o piso suporta e esse valor deve ser plenamente respeitado.


No final do nosso guia iremos ter, nos nossos exemplos, os valores de alguns pesos totais.


Exemplos de aquários de água doce


Considerando a fauna que a gente determinou no capitulo 4 do nosso guia de montagem de um aquário de água doce, iremos dar alguns exemplos de dimensões de aquários para as faunas apresentadas.


O link do capítulo 4 pode ser lido no link abaixo:

https://www.aquariossobrinho.com/post/gmaadfauna


Exemplo 1: aquário de kinguios

O aquarista do nosso exemplo 1 agora está dimensionando o aquário para os seus 6 kinguios de variedades e cores diferentes. Ele acha que um aquário de 250 litros é o ideal para o seu bolso e para a sua vontade.

Considerando que ele quer facilitar a limpeza do aquário tendo uma boa circulação, ele opta por um aquário com tamanho de 100cmx50xmx50cm. Esse tamanho faz com que não seja necessária uma bomba de circulação para ajudar na limpeza e possui uma boa altura e largura para que os peixes nadem um por trás ou por cima do outro.

O aquarista deseja que seu aquário seja feito em vidro comum, pois não quer correr os riscos do vidro temperado. O aquarista não quis vidro extra clear pois não pretende tirar fotos.


Por segurança o aquarista optou por um aquário com travas francesas superiores e inferiores.


Exemplo 2: Aquário comunitário

O nosso amigo aquarista que resolveu montar um aquário comunitário está querendo montar um aquário pequeno para o seu filho pequeno e quer que a criança que cuide do aquário, logo não pode ser um aquário muito grande. Ele acha que um aquário com até 100 litros de volume seja suficiente para ele.


Vendo alguma aquários em uma loja, ele gostou do formato retangular Mais alto e mais fino. E por isso ele decidiu ter um aquário de 70 centímetros de comprimento 50 centímetros de altura e 30 centímetros de largura, somando 105 litros de volume bruto.


Como é o seu filho que vai mexer no aquário, ele optou por fazer o aquário com vidro comum mais espesso que o normal um pouco e travas francesas no topo e na base.


Exemplo 3: aquários de jumbos ou carnívoros

Nosso amigo aquarista decidiu fazer um imenso aquário de Jumbo para colocar na entrada do seu escritório. Medindo a parede onde o aquário vai ficar, ele viu que é possível fazer um aquário com 3 metros de comprimento, 80 centímetros de altura e 80 centímetros de largura. Um aquário quase 2000 litros brutos.


Pensando na segurança e nos acidentes, ele vai usar um sistema de travamento composto de travas francesas e transversais internas e externas para reduzir as tensões desse aquário.


Devido ao tamanho do aquário e por ele não passar pela entrada do escritório, esse aquário terá que ser montado no lugar definitivo.


Exemplo 4: aquários de ciclídeo africanos

Nosso amigo aquarista decidiu montar um aquário de ciclídeos africanos bem no meio da sua loja de equipamentos fotográficos. A ideia principal é que o aquário tenha visão para todos lados e por isso decidiu fazer um aquário em formato cubico.


Pensando nisso ele optou por um aquário de 80x80x80, totalizando 512 litros brutos, centímetros com espaço suficiente para os peixes nadarem bastante e as pessoas os verem por todos os lados.


Esse aquário usará travas francesas superiores e inferiores e usará vidros extra clear para poder fazer propagandas da sua loja e usar as fotos dos peixes com alta qualidade.


Exemplo 5: aquário de poecilias

Nosso amigo aquarista resolveu fazer um pequeno aquário de poecilias para colocar em cima da sua mesa do escritório onde trabalha. Devido o espaço apertado, o aquário não pode ser grande e nem muito pesado, por isso pensou em um aquário de no máximo 20 litros.


Medindo o espaço disponível na sua mesa, ele optou por um aquário com 20 centímetros de largura, 20 centímetros de altura e 40 centímetros de comprimento, totalizando 16 litros.


Esse vai ser um aquário simples e, como deseja ver bem a variedade de cores das poecilias, quer que o vidro frontal seja extra clear.


Exemplo 6: aquário de discos

Nosso amigo aquarista resolveu fazer um aquário de discos para colocar no seu quarto em um vão embaixo da televisão entre os armários. Ele mediu o espaço e tem disponível 2 metros de comprimento, além de 60cm da largura dos guarda roupas. Pensando nisso ele optou por um aquário de 2 metros de comprimento, 60 cm de largura e 60 cm de altura, um total de 720 litros.


Esse aquário será feito em vidro comum com o fundo em vidro temperado. Como há um movimento muito grande de veículos pesados na sua rua, um vidro temperado era aguentar melhor as vibrações que sente pela casa. Como ele pretende se mudar em menos de 5 anos, ele não vê problemas do vidro temperado.


Conclusão do capítulo sobre o aquário de água doce


Embora a caixa de vidro do aquário de água doce possa ser um assunto simples, ele é um dos mais importantes e costuma causar problemas imediatos ou que vão surgir apenas no longo prazo.


Devido ao caráter do gosto estético das pessoas em relação às dimensões , não entramos nesses detalhes porque são completamente pessoais.


Com essas informações contidas nesse artigo sobre aquarismo de água doce, o aquarista vai ter mais conhecimento para tomar suas próprias decisões.


Se você é do estado do Espírito Santo e tem vontade de ter seu aquário ou lago ornamental, entre em contato conosco que escutaremos as suas vontades e ideias e faremos o orçamento sem compromisso. Construímos desde a base do móvel, montamos o aquário e o sistema de filtragem e ornamentação. Entregaremos seu aquário montado e funcionando perfeitamente na sua casa, seja ele um aquário de água doce ou um aquário marinho.

Trabalhamos com aquário de no mínimo 200 litros.


Se você é de outro estado brasileiros, nós enviamos os equipamentos que fabricamos para qualquer lugar do Brasil.


Entre em contato e faça o seu orçamento:

https://www.aquariossobrinho.com/contato

Aquários Sobrinho 

Telefones: 27 33261100 - 27 993115626 - 31 982859240

email para orçamentos: angelolucas90@yahoo.com.br

email para fábrica: sobrinhoaquarios@gmail.com

Endereço: Rua Luiz Soares do Nascimento, 109, Ilha das Flores, Vila Velha -ES

CNPJ 26.049.716/0001-77