• Aquários Sobrinho

Teste de Dureza - Por que sempre fazer?

Hoje iremos falar da importância dos testes de dureza da água, um teste que muitas vezes é esquecido, mas que é de fundamental monitoramento para certos aquários, principalmente o marinho e de discos.


A dureza se divide em duas partes principais, a dureza geral(GH) e a dureza de carbonatos( KH). A dureza geral é formada principalmente pelos íons de Cálcio e Magnésio presentes na água (outros elementos como Zinco, Manganês, Estrôncio, Ferro, Alumínio também fazem parte), a dureza de carbonatos principalmente pelos carbonatos e bicarbonatos. Não se deve confundir alcalinidade com dureza de carbonatos. A alcalinidade é a capacidade que a água possui de evitar variações de pH, assim aquários podem ter uma dureza baixa e uma alcalinidade alta (como os aquários de discos que são tamponados corretamente). A Alcalinidade é formada por vários compostos como os próprios carbonatos, mas também por fosfatos, boratos, hidroxilas, etc. Não iremos nos prender à alcalinidade neste texto, iremos deixar para falar dele no próximo texto que será o de pH.

A dureza é importante por vários motivos, o primeiro motivo é devido à sua importância como regulador osmótico, assim o peixe estando em uma água de acordo com sua dureza, faz com que seu metabolismo funcione adequadamente. Os peixes conseguem absorver o cálcio da água, assim, ele o utiliza para formar os ossos, tecidos, escamas e ovos, além de outras funções metabólicas. O Cálcio na concentração adequada para cada peixe também evita a perda de Sódio e Potássio do organismo pois regula a permeabilidade das guelras. Esse pequeno controle osmótico devido à dureza passa a ter uma influência muito grande quando o peixe sofre algum tipo de ferimento.


Cada peixe possui sua própria faixa de dureza adequada e é por isso que não se deve misturar peixes de águas diferentes num mesmo aquário. Você pode não estar vendo, mas o peixe pode estar sofrendo lentamente durante 24 horas por dia por problemas causados por estar em uma água com dureza inadequada para ele. Isso quer dizer que o peixe poderá viver anos, mas cada minuto de vida será um sofrimento. Manter um peixe em dureza inadequada o põe em constante estado de estresse provocando assim uma diminuição de seu crescimento e imunidade.


Muitas vezes que os peixes morrem “de uma hora para outra” e em algumas vezes o motivo é o peixe estar em uma água com dureza inadequada.


Uma das características importante da dureza é a capacidade de precipitar compostos que turvam a água, mantendo ela mais cristalina e agradável. Por isso os aquários marinhos são na sua maioria muito limpos. A dureza também precipita íons metálicos tóxicos como Cobre e Zinco.


Uma característica vital é a importância dos carbonatos na metabolização da amônia e nitrito pelas bactérias, sem carbonatos não há nitrificação da água.

Aumentar a dureza da água é muito fácil, mas reduzir a dureza é bastante complicado. Você pode aumentar a dureza com sais de carbonato e magnésio, ou mesmo com conchas, aragonita e dolomita.


Reduzir a dureza é algo bastante complicado e requer um uso de Deionizador ou de um filtro de osmose reversa e utilizando essa água para trocas parciais.

Assim sendo, não há forma de saber se a dureza está fora do certo sem

ser por testes regulares.

Aquários Sobrinho 

Telefones: 27 33261100 - 27 993115626 - 31 982859240

email para orçamentos: angelolucas90@yahoo.com.br

email para fábrica: sobrinhoaquarios@gmail.com

Endereço: Rua Luiz Soares do Nascimento, 109, Ilha das Flores, Vila Velha -ES

CNPJ 26.049.716/0001-77